Coronavírus

Covid-19. Rússia assegura que taxa de eficácia da vacina Sputnik V é superior a 90%

Alexander Zemlianichenko Jr

Garantia é dada no mesmo dia em que a Pfizer dá conta destes resultados promissores.

Especial Coronavírus

No mesmo dia em que a Pfizer dá conta de resultados promissores, a Rússia vem assegurar que a vacina que está a ser desenvolvida no país tem uma taxa de eficácia superior a 90%.

A garantia é do porta-voz do ministro da Saúde, que diz que essa eficácia foi demonstrada pelos dados recolhidos durante a campanha de vacinação que já está em curso e não apenas em grupos de teste.

Os primeiros lotes da Sputnik V começaram a ser distribuídos pela população no início de setembro. Segundo a Reuters, a Rússia informou que está a preparar a publicação dos resultados preliminares da fase 3 dos ensaios, onde a vacina foi testada em 40.000 pessoas.

A vacina russa para a covid-19 foi a primeira vacina a ser registada, ainda em agosto, antes de terminar a fase 3 de testes, o que levantou reservas por parte da OMS e da comunidade científica.

  • Não estou de acordo

    Opinião

    Não estou de acordo com métodos medievais para enfrentar uma pandemia. Se os vírus evoluíram, a organização da sociedade também deveria ter evoluído o suficiente para os combater de outra forma. O recolher obrigatório é próprio dos tempos obscuros e das sociedades não democráticas. Proibir as pessoas de circular na rua asfixia a economia e não elimina a pandemia.

    José Gomes Ferreira