Coronavírus

Quebras de 35% a 40% na venda de vinhos da Bairrada 

Sérgio Campos

Sérgio Campos

Repórter de Imagem

Crise na restauração e hotelaria afeta a venda de vinhos e espumantes da Bairrada.

Especial Coronavírus

As restrições aplicadas aos restaurantes e o encerramento de hotéis está a ter repercussão no setor vinícola.

Na Bairrada, os produtores de vinho e espumante dependem essencialmente das vendas para a restauração e para a hotelaria e já estão a sofrer quebras de cerca de 35%.

Pequenos e grandes produtores queixam-se da falta de apoios e dizem que esta crise pode acabar com muitos deles.

  • 1:16