Coronavírus

Covid-19 em Inglaterra. Supermercados são o principal local de contágio

Carl Recine

Conclusão da agência de Saúde Pública do Reino Unido.

Especial Coronavírus

Em Inglaterra, os dados recolhidos através da aplicação do Serviço Nacional de Saúde, Trace and Test, sugerem que os supermercados são o local onde as pessoas estão mais expostas ao coronavírus.

A conclusão é da agência de Saúde Pública do Reino Unido, depois de analisados e reconstruídos os passos de mais de 128 mil pessoas que testaram positivo entre 9 e 15 de Novembro.

Os supermercados permaneceram abertos durante as recentes medidas de restrição implementadas pelo Governo e 18,3% dos infetados rastreados através da aplicação disseram que visitaram um supermercado no período em análise.

De um total de 9.789 locais identificados, o segundo lugar mais comum relatado plos infetados foram as escolas secundárias, seguindo-se as escolas primárias e hospitais.

No fim da lista estão os restaurantes, cafés e ginásios, com valores próximos de 1%.

Escócia aumenta restrições em 11 regiões

Onze regiões da Escócia vão passar para o nível máximo de restrições, sendo aplicadas novas medidas para o controlo da pandemia de Covid-19. O anúncio foi feito pela primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon.

A partir desta sexta-feira às 18h00, as 11 regiões que estão atualmente no nível elevado, irão passar para o nível máximo. Entre as áreas com maior taxa de infeção está a cidade de Glasgow.

Para além das Escócia, também o País de Gales e a Irlanda do Norte enfrentam uma nova vaga de infeções pelo novo coronavírus. Os vários países já começaram a impor restrições mais agressivas para tentar conter a pandemia.

  • Um Presidente sem tempo a perder

    Opinião

    Donald Trump foi o pior Presidente dos EUA em 90 anos. Joe Biden tem o maior desafio do último século americano - mas está, nestes primeiros dias, a mostrar que pode estar à altura do que a maioria clara lhe pede.

    Germano Almeida