Coronavírus

Covid-19. Hospitais na Alemanha à beira do colapso

Governo alerta que a situação é insustentável.

Saiba mais...

A Alemanha atingiu o valor diário mais alto de infeções desde o início da pandemia. Há regiões onde os hospitais estão à beira do colapso e o instituto que monitoriza a pandemia no país alerta que as infeções e as vítimas mortais vão aumentar nas próximas semanas.

Uma porta-voz do governo alemão assegurou que a situação, a longo prazo, tornar-se-á insustentável.

A pandemia na Europa

Situação idêntica na capital sueca. As unidades de cuidados intensivos atingiram os 99% da capacidade. Faltam profissionais de saúde e Estocolmo já pediu auxílio a outras regiões.

A Rússia continua a vacinação em massa, da Sputnik V, que começou no sábado. O quarto país mais afetado pela pandemia não impôs um confinamento nacional, sendo, por isso, as regiões a adotar medidas locais.

Criança de 4 anos foi a primeira doente de Covid-19 em Itália em novembro

A Lombardia, que há um mês era das regiões italianas com mais infeções, tornou-se a zona de menor risco, devido à diminuição do número de casos, numa altura em que um estudo da universidade de Milão revela que o novo coronavírus está presente na cidade desde novembro de 2019, através de uma criança de quatro anos que deu entrada no hospital com vómitos e dificuldades respiratórias.

Diagnosticado com sarampo, foram guardados os testes à garganta e agora analisados entre as amostras de 39 doentes entre setembro e fevereiro. O rapaz testou positivo à covid-19.

  • 1:57