Coronavírus

Covid-19. “Corremos o risco de ter vacinas disponíveis e não ter aceitação”

Jorge Soares, presidente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, em entrevista à SIC Notícias.

Saiba mais...

Em Portugal, o processo de vacinação contra a covid-19 deverá começar no início de janeiro, apesar de o Governo não se comprometer com uma data concreta. No próximo sábado deverão ser revelados mais pormenores sobre a forma como o processo vai decorrer.

Para Jorge Soares, o país corre o risco de ter vacinas disponíveis, mas não haver aceitação do público. O presidente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida diz ser fundamental que haja transparência na comunicação dos critérios e das decisões tomadas, defendendo que esse é o fator mais importante para aumentar a adesão à vacinação.

Questionado sobre o Conselho de Ética para as Ciências da Vida não ter sido consultado para Plano de Vacinação contra a covid-19, afirma que se o Governo não o fez, é porque não teve necessidade, defendendo que nesta fase de “incertezas e expectativas frustradas” há que haver confiança nas autoridades.