Coronavírus

Covid.19. Presidente francês admite que terá apanhado o vírus num momento de negligência 

Ricardo Piano

Ricardo Piano

Editor de Imagem

Emmanuel Macron vai continuar a trabalhar à distância.

Com algum cansaço, tosse seca e dores de cabeça, o Presidente francês diz que vai manter-se concentrado em questões prioritárias como a pandemia de covid-19 e o Brexit, embora a um ritmo mais lento.

Isolado na residência oficial de Versalhes, perto de Paris, Emmanuel Macron dirigiu-se aos franceses para apelar à cautela, admitindo que terá apanhado o vírus num momento de negligência.

Covid-19. França com mais de 60 mil mortos desde início da pandemia

A França registou nas últimas 24 horas 264 mortos devido ao vírus, elevando assim o número total de óbitos no país para 60.229 desde o início da pandemia, segundo divulgaram esta sexta-feira as autoridades de saúde francesas.

Há atualmente 24.945 pessoas hospitalizadas no país devido à covid-19 e, desses pacientes, 2.764 estão internados nos cuidados intensivos.

O país registou esta sexta-feira 15.674 novos casos de covid-19, tendo assim sido já confirmados 2.442.990 casos do vírus no país desde o início da pandemia.

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros