Coronavírus

Covid-19. Vietname anuncia compra de 30 milhões de doses de vacina à AstraZeneca

POOL New

O Governo do Vietname está também a negociar a aquisição de vacinas à Pfizer e a outras empresas.

Especial Coronavírus

O Governo do Vietname anunciou esta segunda-feira a compra de 30 milhões de doses de vacina contra a covid-19 ao laboratório anglo-sueco AstraZeneca, estando também a negociar a aquisição de vacinas à Pfizer e a outras empresas.

O vice-ministro da Saúde vietnamita, Trong Quoc Cuong, disse em conferência de imprensa, noticiada pela agência de informação estatal, que o executivo de Hanói concordou em comprar vacinas desenvolvidas pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford para 15 milhões de pessoas (duas doses por pessoa), adiantando que estas deverão estar disponíveis no primeiro trimestre do ano.

Cuong informou também que o Vietname está a negociar a compra de vacinas à Pfizer, à Rússia (Sputnik V) e a uma farmacêutica chinesa, sem indicar o nome da empresa.

Relativamente à vacina Sputnik V, o responsável indicou que o Vietname está a negociar um acordo para que uma empresa estatal a produza internamente, utilizando tecnologia e conhecimentos russos.

O Governo de Hanói anunciou em agosto um acordo para reservar entre 50 e 150 milhões desta vacina, mas desde então não forneceu pormenores sobre o calendário de distribuição.

Além destas aquisições, o vice-ministro lembrou que o Vietname é elegível para participar no programa Covax, da Organização Mundial de Saúde (OMS), que visa assegurar o acesso às vacinas aos países menos desenvolvidos, e permitiria ao país receber doses para 16 por cento da sua população, de quase 100 milhões.

O Vietname, que registou 1.494 infeções com o novo coronavírus e 35 mortes, está a desenvolver também duas vacinas, que espera distribuir antes do final do ano.

A Nanocovax, desenvolvida pela empresa Nanogen, começou os ensaios clínicos em humanos em dezembro, enquanto uma segunda vacina, produzida pelo Instituto de Vacinas e Biologia, deverá ser lançada este mês.

Tailândia planeia vacinar 50% da população em 2021

Entretanto, na Tailândia, o Ministério da Saúde anunciou no domingo que vai receber uma primeira remessa de vacinas da empresa farmacêutica chinesa Sinovac no próximo mês, de um total de dois milhões de doses.

Além disso, o Governo tailandês informou que já iniciou a produção local da vacina desenvolvida pela AstraZeneca e a Universidade de Oxford (Reino Unido), esperando iniciar a distribuição em maio.

As autoridades tailandesas planeiam vacinar 50% da população de 70 milhões contra a covid-19 em 2021.

A Tailândia, que tinha conseguido controlar a pandemia e estava praticamente sem infeções locais desde maio, tem vindo a sofrer uma segunda vaga desde meados de dezembro. Segundo o balanço mais recente, o país registou 745 novos casos, a maioria dos quais em trabalhadores migrantes de Myanmar (antiga Birmânia).

  • 2:34