Coronavírus

Espanha ultrapassa os dois milhões de casos de covid-19

ENRIC FONTCUBERTA

Próximos dias irão manter a tendência de crescimento gradual das infeções.

Especial Coronavírus

A Espanha ultrapassou a barreira dos dois milhões de casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o mais recente balanço divulgado esta quinata-feira pelo Ministério da Saúde espanhol.

Desde o início da pandemia em Espanha, em fevereiro de 2020, as autoridades sanitárias locais contabilizaram um acumulado de 2.024.904 de casos de infeção.

O Ministério da Saúde espanhol revelou que, nas últimas 48 horas, foram notificados 42.560 novos casos de covid-19, tendo também registado mais 245 mortes, elevando o total de óbitos para 51.675.

O balanço está, porém, subavaliado, tendo em conta que um estudo de seroprevalência divulgado pelo Governo espanhol em meados de dezembro passado indicou que 10% da população, cerca de 4,7 milhões de pessoas, terão contraído o vírus.

A taxa de incidência acumulada nos últimos 14 dias por 100.000 habitantes subiu 25 pontos, atingindo os 321.

Segundo os dados oficiais, nos últimos dois dias cerca de 14.500 pessoas foram hospitalizadas (mais 659 do que na terça-feira), o que representa uma ocupação hospitalar de 12% (11,38% há dois dias), enquanto a percentagem de internamentos em unidades de cuidados intensivos subiu, no mesmo período, de 23,13% para 24%.

Face a estes dados, o Centro de Coordenação de Alertas e Emergência Sanitárias do Ministério da Saúde espanhol expressou "preocupação" com a tendência de subida dos casos de contágio.

Nesse sentido, advertiu que os próximos dias irão manter a tendência de crescimento gradual, realçando que a subida tem sido consistente desde 10 de dezembro de 2020.