Coronavírus

Confinamento? "Nesta fase até já vamos um pouco atrasados"

O infecciologista Fernando Maltez alerta para os perigos do aumento do número de casos.

Saiba mais...

Fernando Maltez diz que o confinamento já deveria ter sido imposto. O infecciologista acredita que a subida nos contágios se deve ao desleixo no cumprimento das medidas durante o Natal e o Ano Novo, explicado pela esperança sobre a vacina e pelo cansaço em relação às restrições.

Além disso, o diretor do serviço de Doenças Infecciosas do Curry Cabral diz que a nova variante do coronavírus - mais contagiosa - poderá explicar também a escalada nas infeções. Fernando Maltez deixa ainda o alerta para o peso dos surtos por controlar em lares e hospitais de todo o país.

Sobre a pressão nos serviços de saúde, alerta para a importância do cumprimento das regras sanitárias. "Não acredito que nenhum centro hospitalar, nem que o Sistema de Saúde, por muito bem organizado que esteja, por muito melhores que sejam os planos de contingência, consiga resistir a um aumento crescente de casos. Nem em Portugal, nem em nenhum país do mundo".

Por isso, reforça a importância da minimização do problema "a montante", e considera que "é fundamental que as pessoas se consciencializem que têm de cumprir as medidas restritivas que estão difundidas". "Se for necessário, vamos para o confinamento. Hoje se calhar já vamos um pouco atrasados", acrescenta.

  • 24:07