Coronavírus

Morte de doente que esperou três horas. Hospital de Portalegre queixa-se da falta de recursos

Hospital de Portalegre abre inquérito a morte de doente que esteve três horas à espera numa ambulância

Saiba mais...

O Hospital de Portalegre vai abrir um inquérito para apurar as circunstâncias da morte de um octogenário, na noite de segunda-feira, na área dedicada aos doentes respiratórios, depois de estar quase três horas numa ambulância, disseram fontes hospitalares.

O homem, de 87 anos, proveniente de um lar de Cabeço de Vide, foi triado dentro da ambulância que o transportou e acabou por morrer na área do hospital dedicada aos doentes respiratórios.

Às 19:13, uma enfermeira em funções de chefe de equipa foi abordada por um bombeiro, que a informou que o octogenário "estava pior", tendo o idoso sido assistido, de imediato, na ambulância.

Dali, ainda de acordo com as mesmas fontes, foi depois levado para a sala de reanimação da área dedicada a doentes respiratórios, onde o óbito acabou por ser declarado 17 minutos mais tarde, às 19:30.