Coronavírus

Covid-19. Governo dos Açores levanta cordão sanitário de Ponta Garça e mantém em Rabo de Peixe

EDUARDO COSTA

Executivo açoriano decidiu realizar testes em massa nas duas localidades, tendo detetado 11 casos em Ponta Garça e 71 em Rabo de Peixe.

O Governo Regional dos Açores decidiu levantar o cordão snaitário de Ponta Garça, em Vila Franca do Campo, mas manter por mais uma semana em Rabo de Peixe, na Ribeira Grande.

"O Governo determinou o levantamento da cerca de Ponta Garça, com a manutenção da proibição de circulação, com a manutenção do encerramento dos estabelecimentos de ensino, com a manutenção do encerramento dos estabelecimentos de bebidas e restauração", disse hoje o secretário regional da Saúde, Clélio Meneses, numa conferência de imprensa, em Angra do Heroísmo.

Desde o dia 15 de janeiro que vigoravam cercas sanitárias na freguesia de Ponta Garça e na vila de Rabo de Peixe, na ilha de São Miguel, as duas localidades nos Açores com maior incidência de casos de infeção pelo SARS-CoV-2, que provoca a doença covid-19.

O cordão de Ponta Garça será levantado a partir das 00:00 horas desta sexta-feira, mas o de Rabo de Peixe será mantido por "mais uma semana".

"Isto decorre da análise que foi feita da evolução dos números. Existe 5% de positividade de testes em Rabo de Peixe e cerca de 2% em Ponta Garça", justificou Clélio Meneses.

O executivo açoriano decidiu realizar testes em massa nas duas localidades, tendo detetado 11 casos em Ponta Garça e 71 em Rabo de Peixe (onde o rastreio ainda não terminou).

Os Açores têm atualmente 643 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, dos quais 621 em São Miguel, 16 na Terceira, quatro nas Flores, um no Faial e um no Pico. Desde o início do surto, foram detetados 3.291 casos nos Açores, tendo-se registado 23 óbitos e 2.526 recuperações.