Coronavírus

Covid-19. Médico do S. João critica DGS por continuar a recomendar remdesivir

O médico internista explica que este é um medicamento “ineficaz e inútil” na covid-19.

Saiba mais...

O médico internista do hospital de S. João no Porto, António Ferreira, diz que não percebe o porquê de a Direção-Geral da Saúde continuar a utilizar um medicamento contra a covid-19 que não é recomendado pela OMS, o remdesivir.

António Ferreira explica que este é um medicamento para o qual a evidência científica aponta ineficácia e classifica-o mesmo de “inútil” no combate à pandemia, criticando as autoridades por terem gasto milhões de euros na sua compra.

O médico acrescenta ainda que a DGS continua “teimosamente sem atualizar as normas” deste medicamento, “não estando disponível para discutir sobre os fármacos que podem salvar milhares de vidas”.