Coronavírus

Rio diz ter dúvidas quanto à justificação dada por Francisco Ramos para a demissão da task force

Líder do PSD considera que o "facto de se demitir da task force indica que os problemas estarão na task force e não exatamente naquilo que ele alega".

Saiba mais...

O coordenador da task force da vacinação contra a covid-19, Francisco Ramos, renunciou esta terça-feira ao cargo.

Numa nota enviada às redações, o Ministério da Saúde refere que Francisco Ramos "(...) renunciou ontem [terça-feira] ao cargo, por irregularidades detetadas pelo próprio no processo de seleção de profissionais de saúde no Hospital da Cruz Vermelha, do qual é presidente da comissão executiva."

Num comunicado enviado à imprensa, Francisco Ramos afirma que depois de ter tomado conhecimento destas irregularidades, considerou que "não se reúnem as condições" para continuar no cargo.

O líder do PSD defendeu que a coordenação do plano de vacinação deve ser entregue às Forças Armadas. E quanto à demissão de Francisco Ramos, Rui Rio diz ter dúvidas quanto à justificação dada.