Coronavírus

Especialistas dizem ser cedo para desconfinar. Prioridade é aliviar pressão nos hospitais

Peritos defendem inquéritos epidemiológicos em 48 horas e dizem que os meses de fevereiro e março serão críticos.

O número de casos diários parece estar a ceder, mas os especialistas dizem que o desconfinamento parece ser ainda uma realidade distante. Para já as prioridades passam por aliviar os hospitais e recuperar o controlo das redes de transmissão.

Mais do que o número de casos diários há outros fatores a ter em conta para o alívio das restrições, como a redução de internamentos de doentes com covid-19 e recuperar o controlo das cadeias de transmissão.

Parece unânime que fevereiro e março serão ainda meses críticos, sobretudo devido à prevalência da variante inglesa, mais contagiosa.

Até haver condições, a regra é ficar em casa e cumprir.

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros