Coronavírus

Covid-19. Vacinação dos bombeiros devia ter sido prioritária e "esse foi um dos erros do Governo" 

Tiago Fernandes, presidente da Associação de Bombeiros de Paços de Arcos, na Edição da Noite, da SIC Notícias.  

O presidente da Associação de Bombeiros de Paço de Arcos, Tiago Fernandes, afirma que a vacinação dos bombeiros contra a covid-19 deveria ter sido prioritária logo de início.

Em entrevista à SIC Notícias, considera que os bombeiros, por transportarem também doentes covid-19, estão na linha da frente e, por isso, não fazia sentido serem vacinados numa terceira fase.

A vacinação de quem desempenha funções essenciais do Estado arrancou esta quinta-feira, sendo os bombeiros os primeiros a serem chamados.

O Governo promete vacinar 15 mil bombeiros, assim que cheguem as vacinas ao pais. A ordem pela qual são chamados foi definida pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.