Coronavírus

Matemático prevê um verão mais leve, mas desconfinamento só em meados de março

Para Henrique Oliveira, a descida diária do número de casos de infeção e de óbitos é um indicador positivo, que promete um verão com menos pressão.

Saiba mais...

Olhando para os dados atuais, Henrique Oliveira, matemático e professor do Instituto Superior Técnico (IST), prevê um verão mais leve, mas o desconfinamento só deverá começar em março.

Para o professor do IST, a descida diária do número de casos de infeção e de óbitos é um indicador positivo, que promete um verão com menos pressão.

Quando a pandemia acabar, é preciso tirar lições.

Henrique Oliveira sugere o uso mais adequado da tecnologia e mais assertividade na testagem e isolamento de cidades, regiões, antes de se chegar ao país inteiro.

A PÁGINA DO ESPECIAL CORONAVÍRUS