Coronavírus

Pandemia faz disparar apoios sociais no Algarve

Mais de metade dos desempregados concentram-se nos concelhos com mais turismo.

Saiba mais...

A pandemia fez disparar os apoios sociais no Algarve.

Mais de metade dos quase 33 mil e quinhentos desempregados inscritos no Instituto de Emprego e Formação Profissional, e que recebem os apoios sociais das autarquias, vivem nos concelhos que mais turismo recebe anualmente: Albufeira, Portimão e Loulé.

O presidente da Câmara de Albufeira diz que devido ao dinheiro usado nas ajudas, haverá uma redução de 17 a 18 milhões de euros para outros fins.

Em Loulé, o presidente da autarquia faz também contas ao impacto que a pandemia provocou no orçamento camarário. Refere, no entanto, que estão a ser preparados programas caso seja necessário reforçar os apoios, mesmo que para isso seja necessário adirar investimentos municipais.

Os apoios implementados totalizam quase seis milhões de euros.