Coronavírus

Portugal com mais 159 casos de covid-19. Índice de transmissibilidade sobe para 1 no continente

ESTELA SILVA

Rt volta a subir.

Saiba mais...

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais seis mortes e 159 novos casos de covid-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16.885 mortes e 823.494 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta segunda-feira ativos 25.966 casos, menos 168 em relação a domingo.

O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 536 doentes (mais 19 do que no domingo). O número de novos internamentos tem vindo a oscilar nos últimos dias, depois de um período de alguma estabilidade no sentido decrescente.

Nos cuidados intensivos, Portugal tem hoje 112 doentes, menos cinco em relação a domingo, valor mais baixo desde 7 de outubro, dia em que estavam internadas nestas unidades 104 pessoas.

No dia em que Portugal inicia a segunda fase do processo de desconfinamento, o índice de transmissibilidade (Rt) do novo coronavirus subiu para 1 no continente, enquanto a incidência desceu para 60,9 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

O anterior Rt no continente, divulgado na sexta-feira, era de 0,97 e a incidência era de 62,9 casos por 100 mil habitantes.

Já no que respeita aos valores referentes a todo o país, o boletim revela uma subida do Rt de 0,97, na sexta-feira, para 0,98.

Relativamente à incidência de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias em todo o território nacional, os dados oficiais apontam para uma descida, passando de 65,6, na sexta-feira, para os 62,8 casos de infeção por SARSCoV2 por 100 000 habitantes.

DGS

Estes indicadores - o índice de transmissibilidade do vírus e a taxa de incidência de novos casos de covid-19 - são os dois critérios definidos pelo Governo para a avaliação continua que está a ser feita do processo de desconfinamento que se iniciou a 15 de março.

Na quinta-feira, o primeiro-ministro explicou que serão equacionadas "medidas progressivas" de contenção da pandemia de covid-19 no cenário de um índice de transmissibilidade acima de 1 no país.

"Se passarmos o 1, como sempre dissemos, as medidas serão progressivas. Uma coisa é chegarmos a 1,01, outra coisa é termos 1,5 ou 1,2. Temos de graduar devidamente as medidas, agora o esforço que temos de fazer é mantermo-nos no quadrante verde, é esse o esforço que é necessário fazer. Desde que nós façamos esse esforço, nós conseguimos resultados", afirmou o chefe de Governo na conferência de imprensa após a reunião do Conselho de Ministros.

MANUEL DE ALMEIDA

Dados por região

Das seis mortes reportadas, duas foram registadas em Lisboa e Vale do Tejo, duas na região Norte e duas na região Centro.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 65 novas infeções, contabilizando-se até agora 312.220 casos e 7.153 mortos.

A região Norte tem 44 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 331.149 casos de infeção e 5.309 mortes.

Na região Centro registaram-se mais cinco casos, acumulando-se 117.320 infeções e 3.002 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais dois casos, totalizando 29.172 infeções e 970 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 32 novos casos, acumulando-se 20.862 infeções e 354 mortos.

Na região Autónoma da Madeira foram registados nove novos casos, contabilizando 8.683 infeções e 68 mortes devido à covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje dois novos casos e contabilizam 4.088 casos e 29 mortos desde o início da pandemia, segundo a DGS.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

Dados por género e faixa etária

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 373.131 homens e 450.076 mulheres, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 287 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 8.866 eram homens e 8.019 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Do total de mortes, 11.126 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.584 com idades entre os 70 e os 79 anos, e 1.506 tinham entre os 60 e os 69 anos.

Pedro Nunes

Começa a segunda fase do desconfinamento

A segunda fase de desconfinamento arrancou esta segunda-feira em Portugal, ao fim de 79 dias de confinamento obrigatório, imposto devido à pandemia de covid-19.

António Costa explicou na semana passada, após o Conselho de Ministros, que a "aplicação combinada de dois critérios" - incidência e ritmo de transmissão - mantém Portugal "claramente no quadrante verde".

"Podemos dar o passo de avançar nas medidas de desconfinamento previstas para a próxima segunda-feira", reiterou Costa.

Apesar da reabertura acontecer esta segunda-feira, a proibição de circulação entre concelhos só será levantada na terça-feira.

Saiba o que reabre esta segunda-feira:

  • 2.º e 3.º ciclos (e ATLs para estas idades);
  • Equipamentos sociais na área da deficiência;
  • Centros de dia;
  • Museus, monumentos, palácios, galerias de arte e similares;
  • Lojas até 200m2 com porta para a rua;
  • Feiras e mercados não alimentares (por decisão municipal);
  • Esplanadas (máximo de 4 pessoas por grupo);
  • Modalidades desportivas de baixo risco (sem contacto físico);
  • Atividade física ao ar livre até 4 pessoas e ginásios sem aulas de grupo.

Rt a aumentar desde fevereiro, mais elevado no Algarve

O índice de transmissibilidade (Rt) da covid-19 tem vindo a aumentar desde meados de fevereiro, sendo mais elevado na região do Algarve, onde está em 1,19, revela o primeiro relatório de monitorização das 'linhas vermelhas' divulgado este sábado.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) disponibilizam este sábado o primeiro relatório de monitorização das 'linhas vermelhas' para a covid-19, que passará a ser publicado semanalmente às sextas-feiras.

"No continente, a região onde se observou o valor mais elevado do Rt foi a do Algarve (1,19), enquanto o valor mais baixo foi observado na região Centro (0,88). Tanto a nível nacional como a nível das regiões de saúde do continente tem-se observado um aumento paulatino do valor do Rt desde meados do mês de fevereiro, sendo mais notório na região do Algarve", precisa o documento.

A DGS e o INSA indicam que o Rt a nível nacional se situa nos 0,97 e que o número de novos casos de infeção por SARS-CoV-2 por 100 000 habitantes tem vindo a diminuir no país, exceto no Algarve.

O relatório refere também que, no período entre 18 e 31 de março, a incidência cumulativa a 14 dias foi de 65,9 casos por 100 000 habitantes, com uma tendência estável.

Nesse período, o grupo etário que apresentou maior incidência correspondeu ao grupo dos 20 aos 29 anos (93 casos por 100 000 habitantes), refere o documento.

Por sua vez, o grupo com mais de 80 anos apresentou uma incidência cumulativa a 14 dias de 51 casos de infeção por SARS-CoV-2 por 100 000 habitantes, o que reflete um risco inferior ao da população em geral, indica.

LINKS ÚTEIS

MAPA COM OS CASOS A NÍVEL GLOBAL

VEJA AQUI OS NÚMEROS DA VACINAÇÃO EM PORTUGAL E NO MUNDO