Coronavírus

Covid-19. Reino Unido prestes a concluir a primeira fase do programa de vacinação

Mais de 32 milhões de pessoas já receberam pelo menos uma dose.

Saiba mais...

O Reino Unido está prestes a concluir a primeira fase do programa de vacinação. Mais de 32 milhões de pessoas já receberam pelo menos uma dose. Na maior parte dos países da União Europeia, a vacinação está mais atrasada e o número de novas infeções permanece muito alto.

Paris enfrenta a terceira vaga. Enfrenta também o terceiro confinamento que fechou todo o comércio não essencial, os museus e os restaurantes.

Este sábado registaram-se mais 43 mil novas infeções e a pressão sobre as Unidades de Cuidados Intensivos permanece muito elevada. Durante a próxima semana, França poderá ultrapassar as 100 mil mortes por covid-19.

As autoridades francesas tentam acelerar e alargar o programa de vacinação. Decidiram, por isso, estender de quatro para seis semanas o intervalo entre a primeira e a segunda dose das vacinas. Dez milhões de pessoas já tomaram pelo menos uma dose.

Do outro lado do Canal da Mancha, os nove grupos definidos como prioritários e que representavam mais de 90% das mortes por covid-19, já receberam pelo menos uma dose da vacina. Mais de 30 milhões de pessoas.

Um estudo da Imperial College sugere que o programa de vacinação está de facto a ter resultados, com uma diminuição considerável e contínua do número de mortes. O Governo britânico pretende que toda a população adulta esteja vacinada até ao final de Julho.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia