Coronavírus

Covid-19. Ensino Superior tem 66 mil testes e rastreio começou por trabalhadores

Canva

As aulas presenciais nas instituições científicas e de ensino começam na próxima segunda-feira.

As instituições científicas e de ensino superior receberam 66 mil kits de testes rápidos de antigénio, tendo já iniciado o rastreio à covid-19 junto dos trabalhadores e prevendo-se começar, na próxima semana, a testagem aos estudantes.

"O "Programa de testagem CVP - Ensino Superior" obteve uma adesão significativa por parte das instituições de ensino superior que iniciam já esta semana o rastreio à covid-19 junto dos docentes e não docentes, avançando depois a testagem aos estudantes no dia 19 deste mês", refere o gabinete do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES).

Até à passada quinta-feira, dia 08 de abril, as instituições, tanto públicas como privadas, receberam gratuitamente 66 mil kits de testes rápidos de antigénio oferecidos pela Cruz Vermelha Portuguesa (CVP).

O programa prevê que as instituições podem continuar a receber kits semanalmente, bastando para isso que o solicitem.

A estratégia de rastreio pensada para o reinício das atividades presenciais nas instituições científicas e de ensino, que começam na próxima segunda-feira, dia 19 de abril, prevê também a possibilidade de as instituições garantirem internamente a realização de testes.

Segundo o ministério, até ao momento, quase metade das instituições públicas (17 das 36) e um terço das privadas (25 num universo de 73) já informaram que têm recursos humanos e materiais próprios para a realização dos testes.

"As restantes instituições científicas e de ensino superior vão ter apoio da CVP para a realização (na totalidade ou em parte) do rastreio à SARS-CoV-2 em estudantes, docentes, investigadores e colaboradores que desenvolvam a sua atividade presencialmente", garante a tutela.

O programa de testagem contempla também a formação de recursos humanos das instituições para garantir a criação de condições adequadas à realização massiva dos testes.

Segundo o ministério, na última semana inscreveram-se 210 formandos nessa formação online prestada pela Cruz Vermelha.

Para conhecer os locais onde se pode realizar o teste de despistagem, a Direção-Geral de Ensino Superior disponibiliza tem no seu site o mapa onde é possível conhecer os pontos de testagem em cada instituição.

  • A árdua experiência com a sustentabilidade 

    Mundo

    E se alguém lhe dissesse que passaria a viver num quarto, com eletricidade apenas para pequenos utensílios domésticos, sem aquecimento central, ar condicionado ou água quente. Teria apenas três conjuntos de roupa, sem máquina de lavar ou secar, faria dieta local sem produtos de origem animal e não andaria de automóvel nem de avião?

    Opinião

    João Abegão