Coronavírus

Bolsonaro chama idiotas a quem está em confinamento

Presidente do Brasil ofende quem opta pelo distanciamento.

Saiba mais...

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, considera idiotas os que optaram por ficar em casa ao longo da pandemia.

Em troca, foi já ofendido com a mesma palavra pelo governador de São Paulo, João Dória, um dos possíveis candidatos às eleições presidenciais de 2022.

Já a Índia atingiu o maior número diário de vítimas mortais desde o início da pandemia, mais de 4.500 num só dia.

Nos Estados Unidos, em Nova Iorque, depois de mais de um ano de duras restrições, a partir de hoje quem foi vacinado pode ignorar o distanciamento social e deixar a máscara em casa.

Só deve usá-la em espaços públicos como transportes, centros de dia, centros para sem-abrigo, prisões, escolas ou hospitais.

VISITE O ESPECIAL CORONAVÍRUS

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros