Coronavírus

Covid-19. Espanha e Grécia com certificado verde digital já em junho 

Setor do turismo registou quebras de 85% em 2020 na Europa.

Saiba mais...

Com o verão a chegar e à medida que avança a vacinação contra a covid-19, os países mais dependentes do turismo tentam recuperar visitantes.

A Grécia decidiu antecipar já o certificado verde digital, uma espécie de passaporte covid, regista quem já foi vacinado, quem testou recentemente negativo ao vírus ou quem tenha imunidade por ter recuperado da infeção nos 180 dias anteriores à viagem.

À boleia da Grécia, a Espanha, outro dos países europeus que mais sofre a quebra das receitas turísticas, começa também a testar o certificado covid já a 7 de junho.

Oficialmente, entre os 27, o documento para facilitar a livre circulação só entra em vigor a 1 de julho.

Com a aproximação do verão, em Itália, a maior companhia de cruzeiros decidiu, entretanto, voltar a operar no Mediterrâneo. Entre os primeiros passageiros, a alegria de voltar a viajar apesar das regras estritas.

Fora do espaço europeu, Israel tenta também recuperar rapidamente a indústria turística. O país do mundo com maior percentagem de população vacinada, - 85% dos adultos foram já imunizados -, recebeu os primeiros turistas no espaço de um ano.

À chegada ao aeroporto de Telavive, uma cerimónia de boas vindas, ministra incluída, acolheu um grupo de estudantes de Teologia do Missouri em peregrinação à Terra Santa.

Verdadeiro motor económico, só na Europa o turismo vale 10% do PIB. Em 2020, e por causa da pandemia, hotéis, restaurantes e agências de viagens registaram quebras de vendas de 85%.

  • 4:21