Coronavírus

Os receios dos especialistas para os Santos Populares

Festas e arraiais continuam proibidos, mas especialistas alertam para possíveis ajuntamentos.

Saiba mais...

O primeiro-ministro, António Costa, esclareceu esta quarta-feira, depois da reunião do Conselho de Ministros, que as festas e arraiais continuam proibidos.

Mas os Santos Populares, no Porto, mantêm-se porque vão decorrer em três eventos ao ar livre, com lotação limitada e regras específicas.

Em Lisboa, a autarquia não quer festejos de Santo António, mas os especialistas estão preocupados.

"As pessoas vão-se juntar e ignorar isso, nesta fase, parece-me um erro tremendo porque é ignorar parte do planeamento que se pode fazer", explica Tiago Correia, especialista em saúde internacional.

Diz que é preciso explicar claramente às pessoas o que podem ou não fazer e apostar "numa estratégia de algumas permissões, que permita às pessoas reunirem-se. Não de forma indiscriminada, mas de uma forma controlada".

Pede ainda que se invista na testagem para que as equipas de rastreio estejam nas ruas logo nos dias seguintes às festas.

  • A escola como uma gigantesca perda de tempo

    País

    Pode ser Eva. Fez um teste de Geografia e foi a única da turma a ter negativa. Dos seus olhos formosos e inexpressivos, num rosto negro como o touro do Herberto Helder, ruíram-lhe duas lágrimas. Mas daquelas que represam tanta água - tanta mágoa - que deixam cicatrizes aquosas. 43%.

    Opinião

    Rui Correia