Coronavírus

"Super pedido" de destituição de Bolsonaro chega à Câmara dos Deputados

Correspondente SIC

Documento entregue num momento em que o Governo é atingido por denúncias de alegada corrupção na compra de vacinas.

Saiba mais...

Partidos políticos brasileiros, parlamentares da oposição, ex-aliados, movimentos sociais e entidades da sociedade civil entregaram hoje na Câmara dos Deputados do Brasil um denominado "super pedido" de destituição do Presidente, Jair Bolsonaro.

A apresentação do "super pedido" contou com discursos de líderes da oposição, como da presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), deputada Gleisi Hoffmann, e de adversários políticos de Jair Bolsonaro, como os deputados Kim Kataguiri e Joice Hasselmann, ambos ex-aliados do chefe de Estado.

O documento, entregue num momento em que o Governo é atingido por denúncias de alegada corrupção na compra de vacinas contra a covid-19, consolida argumentos já apresentados nos mais de 120 pedidos de destituição contra Bolsonaro já apresentados à Câmara dos Deputados.

As recentes suspeitas de corrupção no contrato de compra da vacina indiana contra a covid-19 Covaxin são citadas no pedido.No documento constam ainda acusações de Bolsonaro cometer ato de hostilidade contra nação estrangeira; de atentar contra o livre exercício dos Poderes Legislativo e Judiciário e dos Poderes constitucionais dos Estados; de cometer crime contra a segurança nacional, ao endossar manifestações que conclamavam a intervenção militar ou encerramento do Congresso do Supremo.

O texto aponta também interferência indevida na Polícia Federal para a defesa de interesses pessoais e familiares; de agravar a pandemia com práticas negacionistas e agressões ao direito à saúde, entre outros.