Coronavírus

Prisão de Sintra com 39 casos positivos de covid-19

No Estabelecimento Prisional de Sintra, assim como nos restantes da DGRSP, é obrigatório o uso de máscara em todos os espaços comuns.

Saiba mais...

O Estabelecimento Prisional de Sintra regista hoje 39 casos positivos para o novo coronavírus entre os reclusos, informou a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP).

Em comunicado, a entidade responsável pelo sistema prisional e tutelar educativo, explica que após três reclusos da Ala B terem testarem positivo, foram testados todos os 280 reclusos da mesma Ala.

Numa primeira fase, os testes registaram 19 reclusos com resultado positivo e numa segunda fase de testagem repetiram-se os testes dos reclusos que deram negativo.

A segunda avaliação registou 39 casos positivos, número que diz respeito ao momento presente, de acordo com o comunicado.

Os reclusos que testaram positivo para o SARS CoV 2 no Estabelecimento Prisional de Sintra, embora assintomáticos, foram encaminhados para o Hospital Prisional de São João de Deus.

Os reclusos da Ala B que testaram negativo estão em quarentena profilática, com suspensão de atividades e sob vigilância clínica.

No global de todo o sistema prisional do país, cerca de 20.000 pessoas entre trabalhadores, reclusos e jovens internados em Centros Educativos estão ativos 41 casos, no total de 11.385 reclusos e há um caso ativo nos serviços centrais da entidade.

A campanha de vacinação da população reclusa está em fase de conclusão e no universo da DGRSP 1.221 reclusos já recuperaram; não há casos ativos de jovens nos Centros Educativos, tendo nove recuperado; e no conjunto de trabalhadores do organismo registaram-se 562 recuperações clínicas.