Coronavírus

Nova variante da covid-19. Cientistas asseguram que não há motivos de preocupação

OMS está a monitorizar a variante Mu.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem sob vigilância uma nova variante do coronavírus. Chama-se Mu e foi conhecida pela primeira vez na Colômbia, onde tem uma prevalência de 39%.

Desde o início do ano, a variante tem vindo a crescer, mas, para já, os cientistas asseguram que não há motivos de preocupação.

No boletim semanal dedicado à pandemia, a OMS adianta ainda que serão necessários mais estudos para perceber a forma de agir desta constelação de mutações que podem escapar à imunidade.

Todos os vírus sofrem mutações com o tempo, algumas podem afetar as suas propriedades e escapar à imunidade.

Classificada como uma "variante de interesse", a Mu vai continuar sob vigilância para que seja possível detetar eventuais alterações.

Até que o vírus desapareça, é provável que o número de variantes não pare de aumentar.

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros