Coronavírus

Recorde de casos diários de covid-19 na Alemanha: mais de 140 mil infetados

21.01.2022 08:21

FILE – A sign in front of a shop in Gelsenkirchen, Germany, reads: “Nice, that you are here – entrance only with 2G”, meaning only people who are vaccinated or recovered from the coronavirus are allowed to enter, on Jan. 10, 2022. The risk of recession is looming for Germany after Europe’s biggest economy shrank at the end of 2021 and as it faces a bumpy start to this year. The rapid spread of COVID-19’s omicron variant is deterring people from shopping and travel and supply bottlenecks are holding back manufacturers. The state statistics agency said Friday, Jan. 14, 2022 that output in Germany fell by between 0.5% and 1% in the fourth quarter. (AP Photo/Martin Meissner, File)

A covid-19 provocou 5.553.124 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência de notícias France-Presse.

A Alemanha registou 140.160 de infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, um novo máximo diário, enquanto a incidência acumulada semanal foi pela primeira vez superior a 700 casos por 100.000 habitantes.

De acordo com dados divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Robert Koch, a incidência a sete dias é de 706,3 casos, depois de atingir um novo recorde na quinta-feira, com 638,8 infeções.

Em Berlim, o nível de incidência semanal situa-se em 1.258,3 casos, bem acima da média nacional.

Os 140.160 casos verificados nas últimas 24 horas são um novo recorde pandémico e um aumento acentuado em relação aos 92.223 de há uma semana.

O número de mortes diárias com ou devido à covid-19, por outro lado, baixou para 170 mortes, em comparação com 286 na sexta-feira da semana anterior.

Registou-se também um aumento nas admissões hospitalares, que agora são de 3,56 por sete dias por 100 mil habitantes, em comparação com os 3,34 comunicados no dia anterior.

Isto coloca maior pressão ainda sobre os hospitais do país, embora não sobrecarregue as unidades de cuidados intensivos, uma vez que a maioria dos casos são internamentos em unidades de cuidados regulares.

A covid-19 provocou 5.553.124 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência de notícias France-Presse.

Últimas Notícias