Coronavírus

Ex-ministro da Saúde diz que aumento de casos de covid-19 “não é motivo de alarme”

12.05.2022 21:37

Adalberto Campos Fernandes diz que não há razão para “retrocesso nas medidas de libertação da sociedade”.

O ex-ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes considerou que o aumento de casos de covid-19 é preocupante, mas não um motivo de alarme, nem para retroceder nas medidas de libertação da sociedade.

“É uma preocupação, mas não há nenhum motivo para alarme isto num primeiro ponto. Num segundo ponto não há nenhuma razão que justifique um retrocesso nas medidas de libertação da sociedade”, disse o ex-governante à entrada para a apresentação do livro “Saúde em Portugal — Pensar o Futuro”, escrito sob a sua coordenação, na Santa Casa da Misericórdia do Porto.

Neste momento, segundo Adalberto Campos Fernandes, o que há a fazer é facilitar o acesso aos testes, tal como foi hoje anunciado, e dar autonomia aos cidadãos.

Para o ex-ministro, deve dizer-se que cada um deve cuidar de se proteger, sobretudo se tiver a consciência de que tem alguma vulnerabilidade.

“Eu tenho dito várias vezes e repito, não é vergonha andar com máscara, como também não é vergonha andar sem máscara, é uma decisão individual que deve ser tida em conta pelas condições de cada um e pelo contexto que vive”, frisou, defendendo que é necessária “serenidade, respeito pelas pessoas e autonomia individual”.

Saiba mais:

Especial coronavírus

Veja também

Últimas Notícias