Coronavírus

Covid-19: aumento de casos no inverno “não será razão para alarme”

Entrevista SIC Notícias

Loading...
O pneumologista Agostinho Marques em entrevista na SIC Notícias.

Com a aproximação do inverno, a OMS diz ser expectável um aumento do número de casos de covid-19, assim como das hospitalizações e óbitos. O pneumologista Agostinho Marques explica que este é um “agravamento próprio da estação, semelhante ao da gripe” e que “não requererá medidas especiais”.

À SIC Notícias, o especialista da Fundação Portuguesa do Pulmão diz que este agravamento próprio do tempo frio não é motivo de alarme, já que a doença está “muito instalada na população” e não pressiona os serviços de saúde.

Ainda assim, alerta para o “perigo imprevisível” do surgimento de uma nova estirpe.

“Estamos a viver uma situação de endemia, a doença está instalada, mas há sempre o perigo imprevisível de aparecer uma estirpe nova. Se não for o caso, será um agravamento próprio da estação de inverno semelhante ao da gripe, que não requererá medidas especiais”.

O pneumologista recomenda que se reforce a vacinação contra a covid-19 em conjunto com a vacina da gripe, como “forma de potenciar uma e outra”. Uma recomendação que reforça sobretudo para os grupos mais vulneráveis, como os idosos.

“Neste momento não há razão para grandes alarmes. Há que reforçar a vacinação antigripal e anticovid, isto é, proteger as pessoas frágeis da comunidade”.

Últimas Notícias
Mais Vistos