Alterações Climáticas

O efeito das alterações climáticas pelo mundo

Loading...
Vários países estão a sofrer com tempestades.

Em 24 horas, no estado norte-americano do Texas, os bombeiros de Dallas fizeram cerca de 200 salvamentos a pessoas presas dentro dos carros, mas não foi possível chegar a todas. Uma mulher de 60 anos acabou por morrer depois de ter sido arrastada pela força da água.

No Afeganistão, pelo menos oito crianças morreram vítimas das cheias que destruiram vilas e deixaram casas inabitábeis. Ainda há várias pessoas desaparecidas. Vale a ajuda da UNICEF, que já alertou para o risco de surtos de doenças nas aldeias mais isoladas, cobertas de lama e sem acesso a água potável.

Com ventos até 110 km/hora, uma tempestade tropical nas Filipinas fez três feridos e provocou a queda de várias àrvores. As chuvas inundaram rapidamente a capital Manila, como é possível nas imagens de videovigilância do comércio.

A China, maior emissora de gases com efeito de estufa, está a braços com a pior onda de calor desde que há registo. Entre abril e agosto, houve uma drástica descida no leito do maior lago de água doce do país que passou de quatro mil km² para 600 km.

O Governo de Pequim fala numa ameaça séria para a segurança alimentar, numa altura as temperaturas acima dos 40°C aliados à seca colocam em risco as colheitas do país.

Os cientistas voltam a avisar para o impacto das alterações climáticas, referindo que em muitas partes do mundo, este foi um verão de extremos hidroclimáticos, com oscilações bastante bruscas entre a seca, por um lado, e as inundações, por outro. Em vários locais, registaram-se secas recorde, seguidas de, em alguns casos, inundações.

Últimas Notícias
Mais Vistos