Crise Migratória na Europa

Polícia Marítima resgata 48 migrantes que faziam travessia entre Turquia e Grécia

Darrin Zammit Lupi

Sobe para quase 5.500 o número de migrantes resgatados pela Política Marítima portuguesa.

A Polícia Marítima portuguesa resgatou esta madrugada 48 migrantes que tentavam atravessar o mar entre a costa da Turquia e da Grécia, foi hoje anunciado.

Num comunicado hoje divulgado, a Polícia Marítima refere que a equipa em missão na ilha de Lesbos, Grécia, "salvou na madrugada de hoje 48 migrantes que tentavam fazer a travessia entre a costa da Turquia e da Grécia".

O "bote" onde seguiam os 48 migrantes -- 17 crianças, 13 mulheres e 18 homens -- foi detetado pelas 00:45 pela Viatura de Vigilância Costeira e depois intercetado "já em águas gregas".

"Os migrantes foram depois transferidos para a embarcação da Polícia Marítima e transportados para o porto de Skala Skamineas, onde desembarcaram em segurança e foram entregues às autoridade gregas", lê-se no comunicado.

Com o resgate de hoje, sobe para 5.447 o número de migrantes resgatados pela Política Marítima portuguesa, desde o início da missão na Grécia, em 2014.

A Polícia Marítima está na Grécia integrada na operação POSEIDON, integrada sob égide da agência europeia FRONTEX e em apoio à Guarda Costeira grega, "com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de guarda costeira europeia".

Lusa