Crise Migratória na Europa

Reino Unido e França querem intensificar cooperação para evitar mais mortes no Canal da Mancha

Emmanuel Macron e Boris Johnson prometem medidas contra travessias ilegais.

Pelo menos 27 migrantes morreram esta quarta-feira ao tentar atravessar o Canal da Mancha para chegar a Inglaterra.

A tragédia juntou o governo fancês e o governo britânico contra as redes de tráfico de seres humanos. Londres e Paris prometem intensificar a cooperação, de forma a evitar mais mortos no canal da Mancha.

Afirmando-se "chocado, revoltado e profundamente triste" com o mais recente naufrágio no Canal da Mancha, Johnson afirmou que o Governo britânico tem tido "dificuldade em persuadir alguns parceiros, especialmente os franceses, a agirem à altura da situação".

O chefe de Estado francês pediu "o reforço imediato dos recursos da agência Frontex nas fronteiras externas da União Europeia" e apelou também a "uma reunião de emergência dos ministros europeus com a pasta do desafio da migração".

SAIBA MAIS

► A CRISE MIGRATÓRIA NA EUROPA