Daesh

Oito portugueses suspeitos de integrarem o Daesh começam a ser julgados

Seis arguidos estão desaparecidos.

Está marcado para esta terça-feira o início do julgamento dos oito portugueses suspeitos de integrarem o Daesh. A sessão, que tem lugar no Tribunal Criminal de Lisboa, deveria ter começado na semana passada, no entanto foi adiada devido à contestação da advogada de um dos arguidos.

Em tribunal estará Rómulo Costa, detido há um ano e a cumprir prisão preventiva na cadeia de alta segurança de Monsanto, em Lisboa.

Rómulo terá ajudado dois irmãos a viajar para a Turquia para depois se juntarem à organização terrorista.

Em tribunal também deverá estar Cassimo Turé, que vive no Reino Unido e está com a medida menos gravosa de termo de identidade e residência. À chegada ao tribunal, o seu advogado, Ricardo Serrano Vieira, optou pelo silêncio.

Este julgamento volta a estar em risco de ser adiado, pela segunda vez em menos de uma semana, se a defesa de Cassimo Turé pedir o alargamento do prazo para consulta do processo.

Os restantes 6 arguidos estão desaparecidos.

Os arguidos são acusados de terem recrutado e financiado a deslocação de cidadãos britânicos e portugueses para o Daesh.

  • O primeiro dia de Web Summit 

    Web Summit

    Acompanhe aqui as palestras do palco principal. Neste primeiro dia, passam pelo palco nomes como Paddy Cosgrave, CEO e fundador da Web Summit, o primeiro-ministro António Costa, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, ou a atriz Gwyneth Paltrow.

    Em Direto

    SIC Notícias