Presidenciais

Presidenciais. Heloísa Apolónia é mandatária nacional de João Ferreira

PAULO CUNHA

Heloísa Apolónia foi deputada entre 1995 e 2019.

Heloísa Apolónia, ex-deputada do Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV), vai ser a mandatária nacional da candidatura presidencial de João Ferreira, apoiada pelo PCP, foi esta quarta-feira anunciado.

A candidatura de João Ferreira afirmou, em comunicado, que é dado "mais um passo na dinâmica de alargamento de apoios, confirmando a sua vinculação aos valores de Abril, também no que concerne à defesa do ambiente, da proteção dos ecossistemas e da biodiversidade".

O PEV, que participa com o PCP na Coligação Democrática Unitária (CDU), declarou o apoio ao candidato comunista no sábado, em reunião do seu conselho nacional.

Heloísa Apolónia, jurista, 51 anos, foi deputada entre 1995 e 2019, concorreu, nas legislativas de 2019, pelo círculo de Leiria, mas não foi eleita.

É membro da comissão executiva do conselho nacional do PEV, foi candidata pela CDU e é vereadora na Câmara de Oeiras. É também membro do conselho nacional do Movimento Democrático de Mulheres (MDM).

Os candidatos às eleições presidenciais

As eleições presidenciais realizam-se em janeiro de 2021, tendo já anunciado candidatura Ana Gomes, ex-eurodeputada do PS,

Marisa Matias, deputada ao Parlamento Europeu pelo BE, e João Ferreira, também eurodeputado do PCP.

O atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa remeteu para mais tarde a decisão sobre uma eventual recandidatura.

  • Não estou de acordo

    Opinião

    Não estou de acordo com métodos medievais para enfrentar uma pandemia. Se os vírus evoluíram, a organização da sociedade também deveria ter evoluído o suficiente para os combater de outra forma. O recolher obrigatório é próprio dos tempos obscuros e das sociedades não democráticas. Proibir as pessoas de circular na rua asfixia a economia e não elimina a pandemia.

    José Gomes Ferreira