Presidenciais

Marisa Matias quer mostrar no debate com Marcelo diferenças na resposta à crise

NUNO FOX

Dirigente bloquista debate este sábado com Marcelo Rebelo de Sousa.

A candidata presidencial e dirigente do BE, Marisa Matias, disse hoje querer demonstrar no primeiro debate televisivo, com Marcelo Rebelo de Sousa, as diferenças de modelo de sociedade que ambos defendem e que se traduz na resposta à crise.

No final de uma visita a um centro de apoio a vítimas de violência doméstica, em Lisboa, a primeira iniciativa de pré-campanha presencial depois de ter sofrido uma fratura nas costelas, Marisa Matias foi questionada se já recuperou a força anímica para este embate.

"Não há nenhum problema de força anímica, obviamente que terei que ter muita paciência. Mas estamos numa situação em que tanta gente atravessou problemas tão graves e profundos, não será seguramente este que me vai impedir de fazer esta campanha", assegurou.

Já sobre o início da sua participação nos frente-a-frente televisivos com os restantes candidatos - no sábado, às 21:00, com Marcelo Rebelo de Sousa -, a dirigente bloquista considerou que o mais importante "é que as pessoas saiam da campanha e dos debates com uma ideia clara do que é que cada um dos candidatos defende para o país".

"Espero conseguir demonstrar que o programa que tenho se propõe resolver os problemas estruturais da sociedade e que, do meu ponto de vista, não foram resolvidos nos últimos anos e não tiveram o contributo de Marcelo Rebelo de Sousa, nomeadamente na saúde, no combate à precariedade, mas também em desafios prementes como seja o das alterações climáticas", afirmou.

Para Marisa Matias, durante o primeiro mandato do atual chefe de Estado existiu "uma resposta insuficiente à crise".

"Mas essa tem a ver com o modelo de sociedade que defendemos. Desse ponto de vista, espero que fiquem bem claras essas diferenças e que haja espaço para marcar o programa de cada um ao longo desta campanha", acrescentou.

Os debates televisivos arrancam no sábado estando previstos, até dia 9, 21 frente a frente entre os sete candidatos a Presidente da República, podendo ainda realizar-se mais alguns na última semana de campanha, no Porto Canal.

Às eleições presidenciais de 24 de janeiro candidatam-se, além de Marisa Matias e Marcelo Rebelo de Sousa, Ana Gomes, João Ferreira, André Ventura, Tiago Mayan e Vitorino Silva.

  • 2:34