Presidenciais

Ana Gomes: “Muitos dos que hoje não podem votar é porque não se legislou alternativas”

A candidata reforçou que o voto é também um dever cívico.

Ana Gomes votou na escola secundária de Cascais. Chegou às urnas por volta das 14:30 e esperou cerca de 40 minutos até chegar à mesa de voto.

A candidata socialista foi a última dos sete candidatos Presidenciais a exercer o direito ao voto.

À boca das urnas, Ana Gomes deixou uma mensagem aos que não puderam votar. Cumprimentou e agradeceu também o trabalho de quem se disponibilizou a estar nas mesas de voto.