Football Leaks

Ana Gomes e diretor nacional da Polícia Judiciária ouvidos no caso Football Leaks

Estão previstas ainda as audições do advogado suíço Philippe Renz e do denunciante Antoine Deltour.

Esta quarta-feira serão ouvidas duas das testemunhas mais importantes do caso Football Leaks.

A ex-eurodeputada Ana Gomes e o diretor nacional da Polícia Judiciária (PJ), Luís Neves, vão ser ouvidos em tribunal como testemunhas arroladas pela defesa de Rui Pinto.

Ana Gomes é um dos rostos mais mediáticos e aquele que mais ativamente se envolveu no apoio ao principal arguido do processo, não só pelas suas revelações sobre o mundo do futebol, mas também por ter estado na origem das informações que originaram depois o caso 'Luanda Leaks'.

No ano passado foi assumida uma colaboração entre o criador da plataforma eletrónica e a PJ, algo que já ocorreu sob a liderança de Luís Neves enquanto diretor nacional da instituição. O responsável máximo da Judiciária admitiu em maio de 2020 que Rui Pinto alterou o seu comportamento e que ajudou a desencriptar os discos rígidos apreendidos. A questão da colaboração com as autoridades será, por isso, uma das maiores curiosidades em relação ao testemunho de Luís Neves.

Como explica Carolina Reis, a repórter na SIC no local, esta quarta-feira serão ouvidas ainda outras duas testemunhas.