Queda do BES

Marcelo elogia justiça que é criticada pelos partidos

Miguel Pinheiro

Miguel Pinheiro

Editor de Imagem

Em causa está a demora na acusação a Ricardo Salgado, ex-líder do BES.

Seis anos passaram entre o colapso do BES e a acusação que aponta Ricardo Salgado como líder de uma organização criminosa que atuou no Grupo e Banco Espírito Santo.

O Presidente da República diz que "mais vale tarde do que nunca" e acrescenta que os portugueses podem confiar na Justiça.

No Parlamento, a leitura é feita de forma diferente

PSD, CDS e PAN criticaram o tempo que a justiça levou para elaborar a acusação.

Já os comunistas e o Bloco de Esquerda sublinharam o trabalho feito pelos partidos durante as Comissões Parlamentares ao BES - duraram 285 horas espalhadas por 55 audições.

Fora das reações à acusação ficaram os socialistas que optaram por manter o silêncio.