Guerra Rússia-Ucrânia

Rússia poderá ter planos para voltar a atacar Kiev

28.05.2022 16:56

Opinião

KYIV, UKRAINE – MAY 28: People walk in the Spring sunshine near St.Andrew’s Church in Kyiv old town as the city hosts events to celebrate Kyiv Day on the last weekend of May on May 28, 2022 in Kyiv, Ukraine. Following Russia’s retreat from areas around the Ukrainian capital, signs of normal life have returned to Kyiv, with residents taking advantage of shortened curfew hours, businesses reopening, and foreign countries promising to return their diplomats. (Photo by Christopher Furlong/Getty Images)

O comentador da SIC, Germano Almeida, acredita que a Rússia está num momento de maior força.

Com as forças russas a intensificarem a ofensiva na região do Donbass, para a conquista total, Kiev parece não ser a prioridade para Moscovo. O comentador da SIC, Germano Almeida, considera que a Rússia se encontra num momento de maior força, ao contrário da Ucrânia, que parece estar mais “vulnerável”.

“A batalha do Donbass está muito próxima de ser ganha pelos russos e isso confere uma força suplementar à Rússia”, isto é que “mais tarde vão tentar tomar Kiev”, acredita o comentador da SIC.

Germano Almeida justifica esta ideia, recordando que a Rússia sofreu “uma grande humilhação”, por ter falhado a tentativa tomar a capital ucraniana.

SAIBA MAIS

ESPECIAL CONFLITO RÚSSIA-UCRÂNIA

Últimas Notícias