Guerra Rússia-Ucrânia

UE e 42 países exigem retirada da central nuclear de Zaporijia, Rússia responde

Loading...
Enquanto isso, Putin alicia parceiros com armas.

A União Europeia e mais 42 países pedem à Rússia a retirada total das tropas da central nuclear de Zaporijia. Moscovo responde que fará tudo para possibilitar que técnicos da Agência de Energia Atómica avaliem o local. Enquanto isso, Putin disponibilizou-se para fornecer armas mais modernas aos países que apoiam a Rússia.

Vários analistas militares ocidentais afirmam que perante o fraco desempenho das tropas e do armamento russo na Ucrânia, Putin receia uma descida drástica das exportações de armas e um afastamento de clientes como a Índia.

Putin garantiu que tudo o que tem para oferecer aos parceiros é de qualidade e já foi testado em operações de combate reais. As declarações foram feitas no mesmo dia em que tornou pública a correspondência que mantém com o líder norte-coreano.

Sobre a ocupação russa da central nuclear de Zaporijia, dezenas de países exigem a retirada total das tropas de Moscovo. A União Europeia e 42 países alertam para os riscos de um acidente nuclear.

Em Kharkiv, a Rússia anunciou que eliminou mais de uma centena de mercenários estrangeiros e que feriu 50 após um ataque com mísseis de alta precisão. Seis civis ficaram feridos, dois com gravidade. Na região de Donetsk, os ataques russos das últimas 24 horas mataram pelo menos três civis ucranianos e feriram 13 em várias localidades. Dezenas de edifícios residenciais foram destruídos.

Últimas Notícias
Mais Vistos