Guerra Rússia-Ucrânia

“É motivo de felicidade, mas também de tristeza”: Guterres emociona-se durante visita ao porto de Odessa

Loading...
Secretário-geral da ONU assistiu ao carregamento de cerais para um navio.

Quase um mês depois da assinatura do acordo da exportação de cereais ucranianos, António Guterres visitou o porto de Odessa e assistiu, emocionado, ao carregamento de um navio.

É um motivo de felicidade. Mas é também emocional pela tristeza que sinto ao olhar para este porto maravilhoso, praticamente vazio, e para a possibilidade que tinha de permitir o desenvolvimento da Ucrânia, agora travada devido à guerra

Desde o início do mês, altura em que o acordo impulsionado pelas ONU entrou em vigor, 25 navios já partiram dos portos ucranianos. O objetivo é que a exportação ultrapasse cinco milhões de toneladas de cereais por mês de forma a evitar crises alimentares nos países em desenvolvimento.

Durante a visita a Odessa, António Guterres pediu também o acesso ao mercado global dos alimentos russos não abrangidos pelas sanções.

No segundo dia da visita à Ucrânia, o secretário-geral das Nações Unidas voltou a abordar o tema da central nuclear de Zaporijia, ocupada pelas tropas russas. Guterres insistiu na desmilitarização do local que tem causado preocupações cada vez maiores, por causa do risco de um desastre nuclear.

Da Ucrânia, António Guterres segue para a Turquia onde vai visitar o Centro de Coordenação Conjunta que fiscaliza o cumprimento do acordo da exportação de cereais.

Últimas Notícias
Mais Vistos