Guerra Rússia-Ucrânia

Reservistas russos despedem-se de familiares e são enviados para a guerra na Ucrânia

Loading...
O Presidente Zelensky apela a protestos contra mobilização militar russa.

O Presidente da Ucrânia apela aos protestos contra a mobilização de milhares de reservistas russos. Zelensky considera que esta decisão é a prova de que o exército russo está a entrar em colapso. Na Rússia começa 300 mil reservistas são encaminhados para a guerra, à medida que muitos outros tentam fugir do país.

Os recrutados têm entre 18 e 60 anos e experiência militar. Porém, há homens que não se enquadram neste perfil, como é o caso de um perito em novas tecnologias, que não tem qualquer experiência militar.

O filho do porta-voz do Kremlin, Nikolai Peskov, foi alvo de uma partida por parte de opositores ao regime russo e recusou ir combater para a Ucrânia.

Últimas Notícias
Mais Vistos