Guerra Rússia-Ucrânia

Milhazes comenta decisão de Putin: “Durante uma noite, Kherson e Zaporíjia vão ser independentes”

Loading...

Aos olhos de Moscovo, as duas regiões ficam independentes da Ucrânia para que, esta sexta-feira, possam pedir a anexação à Rússia.

O Presidente Vladimir Putin assinou um decreto onde reconhece a independência das regiões ucranianas de Kherson e Zaporíjia, que estão sob domínio russo. Esta decisão acontece no dia antes de ser celebrada a integração no território russo. José Milhazes, comentador SIC, explica a porquê.

“Porque é que isso é feito hoje [quinta-feira] à noite? Porque amanhã [sexta-feira] essas repúblicas vão pedir à Rússia a sua integração em território da Federação Russa. Ou seja, durante uma noite, Kherson e Zaporíjia vão ser independentes. Deixaram de fazer parte da Ucrânia como já tinha acontecido como Donetsk e Lugansk”, afirma o comentador.

A independência da Ucrânia irá decorrer apenas durante uma noite, uma vez que, esta sexta-feira, já está prevista a anexação das quatro regiões. Moscovo está a preparar uma celebração para receber estas regiões na Rússia

“Vamos ter um bacanal de patriotismo na Rússia. Putin vai insistir na técnica do patriotismo, vai fazer um discurso solene no Kremlin, as duas câmaras do Parlamento vão imediatamente apoiar o presidente. Ele irá fazer um discurso muito patriótico de que a Rússia está a ser alvo de um ataque do ocidente e da NATO”, afirma, acrescentando que é possível que Putin venha “a fazer uma proposta de paz que à priori se sabe que a Ucrânia não pode aceitar.”

Últimas Notícias
Mais Vistos