Guerra Rússia-Ucrânia

História do extermínio de judeus está a repetir-se na Ucrânia, defende Papa

História do extermínio de judeus está a repetir-se na Ucrânia, defende Papa
VATICAN MEDIA

Papa Francisco recordou o “terrível acontecimento” que levou ao extermínio de quase dois milhões de vítimas, a maioria de origem judaica, durante a II Guerra Mundial.

Loading...

O Papa Francisco considerou esta quarta-feira que "a história se repete" na Ucrânia ao recordar o aniversário do plano secreto que os nazis lançaram na II Guerra Mundial para exterminar os judeus polacos, conhecido como "Operação Reinhard".

"Na segunda-feira passada, o Centro de Relações Católico-Judaicas da Universidade Católica de Lublin assinalou o aniversário da 'Operação Reinhard', que levou ao extermínio de quase dois milhões de vítimas, a maioria de origem judaica, durante a II Guerra Mundial. Que a recordação deste terrível acontecimento inspire todas as intenções e ações em favor da paz", declarou o Papa durante uma audiência geral.

Durante a saudação aos fiéis polacos, Francisco acrescentou: "A História repete-se, vemos o que está a acontecer agora na Ucrânia".

Francisco concluiu a audiência pedindo à Virgem da Imaculada, cuja festa se celebra na quinta-feira, que "dê conforto a todos os afetados pela brutalidade da guerra" e "especialmente à martirizada Ucrânia", além de exortar os fiéis a rezar pelo povo ucraniano "martirizado" e "tão sofrido".

No prólogo de um livro que acaba de ser publicado com os seus apelos à paz na Ucrânia, o Papa encorajou os fiéis "a continuarem a rezar com insistência pela paz na Ucrânia, verdadeiramente sem nos cansarmos, não devemos nos acostumar com esta guerra como qualquer outra".

"Não devemos deixar os nossos corações e mentes entorpecidos pela repetição destes graves horrores contra Deus e contra o homem. Não devemos, por nenhuma razão no mundo, acostumar-nos com tudo isso, dando quase como certo que esta III Guerra Mundial fragmentada, que escalou dramaticamente diante de nossos olhos, tornar-se num III Guerra Mundial total", sublinhou o Papa.

Últimas Notícias
Mais Vistos