Telescópio Hubble

A prenda que o Hubble nos oferece no dia do seu 30.º aniversário

Space Telescope Science Institut

Uma imagem dos muitos viveiros de estrelas que o telescópio observou durante os seus 30 anos de missão.

A NASA e a ESA estão a comemorar os 30 anos que o Telescópio Espacial Hubble nos tem revelado a beleza e o mistério do Universo e as prendas são para nós. Hoje dão-nos a conhecer um novo e impressionante retrato de um berço de estrelas numa galáxia vizinha.

A imagem mostra a nebulosa gigante NGC 2014 e a sua vizinha NGC 2020, que juntas formam parte de uma vasta região de formação de estrelas na Grande Nuvem de Magalhães, uma galáxia satélite da Via Láctea, a aproximadamente 163 000 anos-luz de distância. A imagem é apelidada de “Recife Cósmico” porque se assemelha a um mundo submarino.

Todos os anos, o Hubble dedica uma parte do seu precioso tempo de observação para tirar uma imagem especial de aniversário, mostrando objetos particularmente bonitos e significativos.

Como explica a ESA no seu site, este ano, o Hubble comemora com "um retrato de duas nebulosas coloridas que revelam como estrelas massivas e enérgicas esculpem as suas casas de gás e poeira".

Embora a NGC 2014 e a NGC 2020 pareçam estar separadas nesta imagem, na verdade fazem parte de um gigante complexo de formação de estrelas.

"Este berçário de estrelas é dominado pelo brilho das estrelas pelo menos 10 vezes mais massivas do que o nosso Sol. Estas estrelas têm vida curta, de apenas alguns milhões de anos, em comparação com a vida útil de 10 mil milhões de anos do nosso Sol".

"O centro da nebulosa NGC 2014 é um agrupamento de estrelas brilhantes e massivas perto do centro da imagem que dispersou o seu casulo de hidrogénio (a vermelho) e a poeira em que nasceu. Uma torrente de radiação ultravioleta do aglomerado de estrelas está a iluminar a paisagem ao seu redor".

Estas estrelas massivas também libertam ventos fortes que estão a corroer a nuvem de gás acima e à direita delas. O gás nestas áreas é menos denso, facilitando a penetração dos ventos estelares, criando estruturas semelhantes a bolhas que lembram corais, razão pela qual deram à nebulosa o nome de "Coral Cérebro" (Brain coral).

Descubra o que o Hubble fotografou no dia do seu aniversário

Para homenagear o trabalho do Hubble, a NASA lançou uma ferramenta online que permite ver o que o telescópio Hubble viu num dia à sua escolha, por exemplo, no dia de aniversário.

Basta escrever aqui o mês e o dia para ver a extraordinária imagem que o Hubble captou.

Não é pedido que se coloque um ano, porque não há uma foto atribuída a cada dia de cada ano.

A ferramenta mostrará a melhor foto capturada nessa data nas últimas três décadas.

30 fotografias tiradas ao Universo: uma para cada ano do Hubble

Algumas das imagens icónicas que o telescópio Hubble foi captando durante os 30 anos que navega pelo sistema solar