Incêndios em Portugal

Bombeiro morre de ataque cardíaco no incêndio nas Caldas da Rainha

Bombeiro morre de ataque cardíaco no incêndio nas Caldas da Rainha
PATRICIA DE MELO MOREIRA/Getty Imagens

A morte aconteceu no "teatro de operações".

Loading...

A informação foi confirmada à SIC pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC). O bombeiro foi vítima, no "teatro de operações", de um ataque cardíaco e não resistiu. O bombeiro pertencia à corporação dos Bombeiros Voluntários de Óbidos.

O alerta para o incêndio na localidade de Landal, concelho das Caldas da Rainha, foi dado às 13:45, tendo sido mobilizados para o terreno 192 operacionais, 52 viaturas e sete meios aéreos.

O incêndio que deflagrou nas Caldas da Rainha, distrito de Leiria, alastrou entretanto ao concelho de Rio Maior, distrito de Santarém, informou a Proteção Civil.

"O vento está a dificultar o combate e o incêndio, que não está controlado, dirige-se para a localidade de Abuxanas, no concelho de Rio Maior, não havendo para já casas em perigo", disse à agência Lusa fonte do Comando de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria.

O ministro da Administração Interna (MAI) enviou uma nota de pesar às redações dando conta de que recebeu esta notícia "com muita tristeza a notícia da morte do bombeiro Carlos Antunes, Subchefe do Corpo de Bombeiros Voluntários de Óbidos, vítima de doença súbita, durante as operações de combate ao incêndio que deflagrou esta tarde em Landal, Caldas da Rainha, distrito de Leiria".

Também o Presidente da República já apresentou "as mais sentidas condolências à família do bombeiro" e à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Concelho de Óbidos a que pertencia. Marcelo diz ainda que tenciona estar presente nas cerimónias fúnebres.

Últimas Notícias