Insólitos

O caso de Arthur Knight Brown (ou Nicholas Rossi) que a covid-19 ajudou a desvendar

O caso de Arthur Knight Brown (ou Nicholas Rossi) que a covid-19 ajudou a desvendar
Andrew Milligan - PA Images
Arthur Knight Brown ou Nicholas Rossi foi considerado culpado de ter um comportamento ameaçador para com os profissionais de saúde. Mas o processo é mais complexo e arrisca uma possível extradição para os EUA.

Em dezembro, um homem identificado como Arthur Knight Brown foi admitido com covid-19 no hospital Queen Elizabeth, em Glasgow, na Escócia. O paciente acabou por ser detido, depois de ter tentado atacar dois profissionais de saúde. O processo judicial tornou-se insólito: as autoridades afirmam que este homem é Nicholas Rossi, procurado nos Estados Unidos por violação e fraude.

Os dois profissionais de saúde – uma médica e uma enfermeira – foram ao quarto de Arthur Knight Brown, no dia 13 de dezembro, para informá-lo de que iria ter alta, mas a reação do homem apanhou-as de surpresa. Segundo o relato da médica Evelyn Miller em tribunal, o paciente ficou “muito chateado, muito rapidamente”, retirou a máscara de oxigénio e dirigiu-se rapidamente em direção às duas.

Ele estava a centímetros das nossas caras. Nós estávamos complemente aterrorizadas. Pensávamos que ele vinha para nos fazer mal. Foi extremamente assustador”, conta a médica, citada pela BBC. Tanto Evelyn Miller como a enfermeira Yasmin Bagli fugiram do quarto.

Durante o julgamento, o homem apresentou-se numa cadeira de rodas e com uma máscara de oxigénio – apesar dos médicos não lhe terem identificado qualquer problema de saúde –, alegando não conseguir levantar-se sem o apoio da sua mulher. No entanto, o xerife Joseph Platt, responsável pelo caso, considerou que o argumento “não é credível”.

O Arthur Knight Brown foi considerado culpado de ter um comportamento ameaçador para com os profissionais de saúde e, por isso, terá de pagar uma multa de 400 libras à cidade de Woodlands. Mas o processo é mais complexo e o arguido enfrenta uma possível extradição para os Estados Unidos.

Procurado pela Interpol por acusações de violação e fraude

Os médicos não sabiam que o paciente que estava internado naquele quarto era também conhecido por Nicholas Rossi. A Polícia da Escócia deteve o paciente no dia 13 de dezembro, seguindo o mandado de captura da Interpol – a organização internacional da polícia criminal.

Os procuradores do estado norte-americano confirmam que o homem que foi detido é Nicholas Rossi. O advogado do estado de Utah afirma que o arguido é procurado por acusações de violação a duas mulheres (uma delas, a antiga namorada) em 2008.

Durante o processo judicial, que decorreu em Edimburgo, também as autoridades britânicas confirmaram que se trata da mesma pessoa: a procuradora Julie Clark garante que “as impressões digitais registadas quando foi preso por este caso confirmaram ser Nicholas Rossi”.

As autoridades acreditam que este homem já chegou a utilizar outras identidades – tais como Nicholas Alahverdian, Nicholas Brown e Arthur Winston Brown. O processo de extradição foi iniciado, mas o arguido afirma tratar-se de um erro e que nunca esteve na América.

Nicholas Rossi terá fingido a própria morte

As autoridades norte-americanas acreditam que Nicholas Rossi terá fingido a própria morte, em março de 2020, para fugir às acusações de que era alvo. Terá, nessa altura, fugido para o Reino Unido, onde foi detido em dezembro de 2021.

Em dezembro de 2019, Nicholas Rossi terá dito aos meios de comunicação norte-americanos que sofria de linfoma de Hodgkin – um tipo de cancro que se desenvolve nos sistema linfático – e que tinha apenas algumas semanas de vida. A notícia da sua morte foi publicada em fevereiro de 2020.

Por outro lado, em entrevista à BBC, o homem que se identifica como Arthur Knight Brown garante que se casou em Bristol há dois anos, apresentando um certificado de casamento ao jornalista. Mas quando lhe pedem a certidão de nascimento, diz que não a tem porque foi adotado na Irlanda, antes de se mudar para Londres.

Últimas Notícias
Mais Vistos