Jorge Sampaio 1939-2021

Manuel Alegre recorda os "anos de amizade e companheirismo" com Jorge Sampaio 

O antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, morreu esta sexta-feira. 

Manuel Alegre, do PS, recorda os "mais de 60 anos de história de amizade e companheirismo" que teve com Jorge Sampaio, desde o movimento estudantil.

Na SIC Notícias, fala sobre o perfil "muito estadista" de Sampaio, da dua visão da construção democrática do país e da posição estratégica de Portugal no mundo.

"Foi um Presidente da República exemplar", afirma.

Lembra alguns dos momentos em que privou com Jorge Sampaio, incluindo o dia em que o conheceu, em Coimbra.

"Ia a subir à tribuna, alguém me tocou no ombro e virei-me. Vi um rapaz muito ruivo, ele disse-me: Sou o Jorge Sampaio, venho de Lisboa, trago a solidariedade."

MORREU JORGE SAMPAIO

O antigo Presidente da República morreu esta sexta-feira, a informação foi confirmada por fonte da família. Estava internado no Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide, desde o dia 27 de agosto, na sequência de dificuldades respiratórias. Jorge Sampaio tinha 81 anos.

Sampaio estava de férias com a família no Algarve quando teve de ser internado no Hospital de Portimão, tendo depois sido transferido para o Hospital de Santa Cruz, em Lisboa, onde era acompanhado.

Leia mais:

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros