Luanda Leaks

"Se houver indícios cabe às autoridades competentes": Santos Silva sobre Luanda Leaks

A filha do antigo Presidente de Angola fez chegar pelo menos 115 milhões de dólares dos cofres da Sonangol a uma sociedade do Dubai, controlada por pessoas próximas. Todas elas portuguesas.

Augusto Santos Silva diz que, se houver indícios de natureza criminal, cabe às autoridades judiciais investigar.

O ministro dos Negócios Estrangeiros defende ainda que há dois reguladores, Banco de Portugal e CMVM, independentes e, como tal, não cabe ao Governo comentar.

Veja aqui a investigação Luanda Leaks na íntegra.

  • 0:55