Mercado de transferências

Mbappé confirmado no PSG

Gonzalo Fuentes

O Paris Saint-Germain anunciou esta quinta-feira a contratação do internacional francês Kylian Mbappé, por empréstimo dos campeões franceses de futebol Mónaco, até ao final da época, com os parisienses a terem opção de compra.

O jovem avançado de 18 anos era um dos nomes mais cobiçados do mercado de transferências, que hoje encerra, e desfalca as opções de Leonardo Jardim no Mónaco.

"O acordo de empréstimo inclui uma opção de compra para o Paris Saint-Germain, que, quando acionada, contratualiza o jogador ao 'PSG' até 30 de junho de 2022", explicou o emblema da capital francesa, em comunicado.

Segundo vários órgãos de comunicação social, a opção de compra tem um valor total de 180 milhões de euros, verba que inclui vários bónus de rendimento e outras cláusulas, e que faria do atleta o segundo jogador mais caro da história do futebol, depois do brasileiro Neymar, que também se transferiu para os franceses, proveniente do FC Barcelona, por 222 milhões de euros.

Kylian Mbappé, que é oriundo de Bondy, um subúrbio da capital, disse juntar-se ao 'PSG' com "grande alegria e orgulho", em declarações ao sítio oficial do emblema parisiense na Internet.

"Para qualquer jovem da região de Paris (Mbappé nasceu num subúrbio da capital), é um sonho vestir a camisola vermelha e azul e experienciar a atmosfera única do Parque dos Príncipes", acrescentou o atleta, que elogiou "um dos projetos mais ambiciosos da Europa", que espera que possa ajudar a continuar a sua "progressão e a própria equipa".

O jovem avançado deu nas vistas quando se sagrou campeão europeu de sub-19 pela frança, em 2016, antes de despontar no Mónaco, que na temporada transata se sagrou campeão francês e alcançou as meias-finais da Liga dos Campeões.

Ao todo, o internacional por cinco vezes pela França cumpriu 60 jogos pelos monegascos, nos quais apontou 27 golos e fez 16 assistências.
"É sem dúvida o mais promissor do mundo, devido às suas imensas qualidades técnicas, físicas e mentais", descreveu, citado em comunicado, o presidente do clube, o qatari Nasser Al-Khelaifi.

No que toca ao clube do principado, Leonardo Jardim viu vários titulares em 2016/17 sair, com o português Bernardo Silva (Manchester City) e os franceses Tiemoué Bakayoko (Chelsea), Valère Germain (Marselha) e Benjamin Mendy (Manchester City) a renderem cerca de 160 milhões de euros aos 'cofres' do Mónaco.

Com Lusa